Contato

3286-2709 – Rua São Pedro, 369 – Fundos Câmara de Vereadores

Centenário da Escola Carlos Barbosa é comemorado com jantar

Publicado por Secretaria da Educação em

15259750_1365150426839194_4991847741601115860_oOs 100 anos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Carlos Barbosa foi comemorada com um jantar. O evento, que reuniu atuais e ex-alunos, professores, pais, além da comunidade e autoridades, ocorreu no sábado (26), na Sociedade São Miguel, na Linha Quilombo, onde fica a escola.

A ideia de comemorar o centenário surgiu no início do ano. Durante a revisão do Plano Político Pedagógico (PPP) da escola, observou-se que na parte inicial, no histórico, constava que a escola tinha sido fundada em 1916, completando, portanto, 100 anos. “A partir disso, procuramos a professora Alma Hausmann, que foi responsável pelo PPP para verificar a informação e assim mobilizar a comunidade para a comemoração”, relata a diretora Andréia Padilha Jardim.

Aos 73 anos, a professora Alma se aposentou há três, e além de ter dado aulas na Carlos Barbosa, também foi aluna da instituição e sua mãe, professora. “Quando o histórico do PPP foi elaborado, a professora Alma fez uma série de entrevistas com moradores da comunidade e ex-professores para chegar até a data de fundação. Porém, ela não fez o registro destas entrevistas e várias destas fontes já faleceram. Para não deixar estas informações se perderem, fizemos o registro das entrevistas em cartório e buscamos outros documentos também”, conta Andréia.

15194371_1365150336839203_355601245989800944_o

Entre os entrevistados estão Diones e Teresinha Baretta. O casal de 83 anos contou que estudou na escola e que uma das sedes foi exatamente na propriedade da família. “A escola teve várias sedes e inicialmente ela era comunitária. Foi construída pelos moradores que se reuniram também para pagar o professor, assim, todos queriam que a escola fosse mais perto da sua casa. Isso levou também a uma divisão na escola, com a criação de outra unidade na Linha 28, que depois acabou extinta”, resume a diretora.

14485132_1305552442798993_3686411744699614370_n

Durante o processo de pesquisa e coleta de dados, Diones e Teresinha foram recebidos na escola e encantaram os alunos com suas histórias. Os pequenos estavam curiosos para saber como era a escola de antigamente. “Eles ficaram muito curiosos com o material usado. Como não tinha caderno, eles usavam um tipo de quadro de pedra com giz. Perguntaram também se tinha aula de Educação Física e merenda. O casal contou que não tinha uma disciplina específica, mas que brincavam muito no campo e merenda tinha que levar de casa e nem todos podiam fazer isso”, afirma Andréia.

img-20161201-wa0024

img-20161201-wa0025

img-20161201-wa0029

No sábado, durante o jantar foram realizadas homenagens aos ex-professores e funcionários. “Convidamos todos os professores que deram aula na escola e muitos ficaram emocionados porque foram lembrados, mesmo não morando mais na comunidade ou no município”, diz a diretora. A festividade também contou com apresentações dos alunos e com a exibição de um vídeo com depoimentos dos entrevistados, editado pela equipe do Educavídeo.

A intenção da diretora Andréia é organizar a documentação encontrada juntamente com as entrevistas captadas e formar um documento sobre a história da escola. “Esta parte documental foi bastante difícil, pois muitas coisas estão no arquivo de Taquara e precisam ser trazidas para Gramado. Queremos organizar tudo para que este material não se perca e possa servir de referência para quem for pesquisar a história da escola e da comunidade”, revela Andreia. A diretora agradeceu o apoio da servidora Janaína Muller e da estagiária Juliana Hausmann na realização da pesquisa.

Solenidade – As atividades em comemoração aos 100 anos da escola prosseguem neste mês. No dia 20 de dezembro será realizada uma sessão solene na Câmara de Vereadores.