Contato

3286-2709 – Rua São Pedro, 369 – Fundos Câmara de Vereadores

Educação promove a 1ª Semana da Pessoa com Deficiência, de 23 a 27 de setembro

Publicado por Secretaria da Educação em

Profissionais da Educação, cuidadores, alunos e pessoas interessadas podem participar da 1ª Semana da Pessoa com Deficiência de Gramado, um evento que se estende de segunda-feira até sexta-feira (exceto quarta) e é programado com temas como inspiração de mudanças de atitude e contribuição para o enfrentamento de desafios globais, a exemplo de preconceitos, conflitos e desigualdade. Saiba mais nesta entrevista com a secretária da Educação, Maria Gorete da Silva (foto):

P – Quem organiza a 1ª Semana da Pessoa com Deficiência?

R – A elaboração do programa da 1ª Semana da Pessoa com Deficiência é uma iniciativa do Grupo de Professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE) da Rede Municipal de Ensino e da Secretaria da Educação.

P – Qual a finalidade da realização da 1ª Semana da Pessoa com Deficiência?

R – Tem como objetivo proporcionar vivências através de experiências sensoriais e situações de diálogo, promovendo a conexão entre os indivíduos, com vistas a ampliar a qualidade das relações, inspirar mudanças de atitude e contribuir para o enfrentamento de desafios globais como preconceitos, conflitos e desigualdade.

P – Existe censo que indique o número de alunos com algum tipo de deficiência na Rede Pública Municipal de Ensino?

R – O registro de alunos atendidos no AEE da Rede Municipal de Ensino é de 169 crianças e adolescentes, em avaliação ou com laudo prescrito por médicos e especialistas, que apresentam deficiência física, intelectual, visual, auditiva, múltiplas e transtornos do espectro autista.

P – Quais os tipos de deficiência mais notados entre os alunos da Rede Municipal de Ensino?

R – Deficiência intelectual e transtornos do espectro autista são os atendimentos de maior índice, tendo também crianças com deficiência múltipla, deficiência física, paralisia cerebral e outros transtornos.

P – A deficiência prejudica o aprendizado do aluno matriculado na rede pública regular de ensino?

R – Cada aluno tem uma dificuldade de aprendizagem física, intelectual ou emocional, alguns mais e outros menos. O professor que atende alunos com deficiências ou alunos com dificuldades específicas precisa adaptar o planejamento pedagógico, considerando as necessidades dos alunos, para atender a todos com maior eficácia. Muitos alunos têm acompanhamento de monitoria constante.

P – As escolas do Município têm professores especializados para lidar com o aluno deficiente?

R – Os 10 profissionais de AEE que atendem os alunos da Rede Municipal de Ensino (em Escola de Educação Infantil e Escola de Ensino Fundamental) são qualificados para atuar nas salas de múltiplos recursos.

PROGRAMAÇÃO

A abertura do evento é na segunda-feira, 23, às 19h, no auditório da Escola Senador Salgado Filho (Bairro Piratini), com palestra sobre neuroaprendizagem na educação;

Na terça-feira, 24, às 19h, no Teatro Elisabeth Rosenfeld (Câmara Municipal, Centro),está previsto a exibição do filme “Extraordinário”;

Quarta-feira, 25: formação de monitores;

No penúltimo dia, quinta-feira, 26, às 19h, na Universidade Aberta do Brasil (UAB, no CAIC, Bairro Moura), a programação prevê um painel sobre experiência de inclusão;

No encerramento, sexta-feira, 27, das 9h às 11h30, e das 14h às 16h, no auditório da Escola Senador Salgado Filho, o tema será a respeito de vivências em inclusão.

A participação na 1ª Semana da Pessoa com Deficiência é aberta ao público e envolve profissionais da Educação, cuidadores e alunos.

FOTO: Carlos Borges

TEXTO: Roque Tomazeli

FONTE: Prefeitura Municipal de Gramado