Contato

3286-2709 – Rua São Pedro, 369 – Fundos Câmara de Vereadores

Trabalho é apresentado em seminário

Publicado por Secretaria da Educação em

30_23502_583dae025ebbcA lei 10.639 de 2003 instituiu a obrigatoriedade da inclusão da História e Cultura Afro-brasileira nos currículos do Ensino Básico no país. E a implementação desta lei no âmbito da rede municipal de ensino de Gramado foi o tema de um artigo apresentado no Seminário Nilo Feijó, organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Porto Alegre, na terça e quarta-feira (29 e 30/11).

O texto “História e cultura afro-brasileira: desafios da implementação da lei 10.639/2003 na rede pública de ensino de Gramado/RS” foi escrito pela secretária de Educação Denise Foss e pela coordenadora pedagógica Andréia Fattori Franzen. O artigo foi apresentado na terça-feira, durante o Grupo de Trabalho Desigualdades Étnico-Raciais Hoje.

30_23502_583dae01f1b4d

30_23502_583dae06a33cb

30_23502_583dae0544d2b

Fotos: OAB/ Divulgação

O seminário teve como tema “A escravização à reparação no Rio Grande do Sul” e teve como objetivo discutir e trocar informações, visando fornecer subsídios para a elaboração do Relatório da Subcomissão da Verdade sobre a Escravidão Negra no Rio Grande do Sul. O evento abriu chamada pública para submissão de artigos e pesquisas científicas e a SME de Gramado enviou o artigo, que foi aceito para apresentação no evento. Além da apresentação dos artigos, o seminário contou com palestras, conferências, exibição e discussão do documentário “Caminhos da religiosidade afro-riograndense”, mesas-redondas com temas como O legado da escravidão no Rio Grande do Sul, Justiça transicional, neoconstitucionalismo e direitos humanos como reparação, Desigualdades étnico-raciais hoje, Por que reparar? e ainda o painel:  Violência, segurança pública e racismo.